in , ,

Centauro compra Nike no Brasil e será a unica distribuidora no país

Grupo SBRF, dono da varejista Centauro, comprou a operação da Nike no Brasil. Com isso, a Centauro passa a ser a distribuidora exclusiva dos produtos Nike no varejo online e físico no país por dez anos.

A compra custou 900 milhões de reais e inclui o estoque e as lojas, mas não os direitos de propriedade intelectual sobre a marca. O acordo também não define se será possível comprar produtos da Nike apenas em lojas da Centauro. Espera-se que a marca Nike continue sendo distribuída a outros varejistas no Brasil, como a Netshoes, mas sob outros contratos. Além disso, os patrocínios esportivos não devem ser afetados.

A Centauro tem cerca de 200 lojas em 20 estados, além do seu e-commerce. No comunicado enviado aos investidores, o Grupo SBF informou que a Nike faturou R$ 2 bilhões no exercício encerrado em 31 de maio de 2019. Segundo relatório da Eleven Financial, a Nike tem 10% de participação de mercado e é a segunda marca em volumes de venda no setor, atrás da Olympikus.

Ainda segundo o comunicado enviado a investidores do Grupo SBF, a promessa é que a Centauro e a Nike do Brasil serão tratadas como unidades de negócios separadas e suas operações gerenciadas de forma independente.

 

Após compra da Nike no Brasil, ações da Centauro sobem quase 6%

 

As ações ordinárias da Centauro sobem 5,73% e são negociadas a R$ 52,61 na B3, após o grupo controlador da empresa SBRF, anunciar a compra das operações da Nike no Brasil.

O valor do negócio é estimado em R$ 900 milhões, e a Centauro terá exclusividade na distribuição dos produtos da marca americana por dez anos, incluindo roupas, calçados e acessórios. Ontem, as ações da empresa subiram quase 15% e enceraram negociadas a R$ 49,71.

 

O movimento da dona da Centauro ocorre sete meses após a empresa perder a disputa pela Netshoes para a Magazine Luiza. E menos de um ano após abrir capital em Bolsa, em abril de 2019, que rendeu um caixa fortalecido para entrar em disputas de peso como o contrato agora fechado com a Nike. Com o negócio, o grupo SBF passa a gerir todos os canais de venda da Nike, ou seja, não apenas as lojas físicas como também o comércio eletrônico.

A americana está passando suas operações de distribuição em outros três mercados sul-americanos: Argentina, Chile e Uruguai. Nesses três países, o negócio ficará sob o chapéu do Grupo Axo.

What do you think?

Written by CidadeSorocaba

Rappi inova e lança espaços de convivência e descanso para entregadores

Mercado Livre pretende investir R$ 4 bilhões no Brasil em 2020