O empreendedorismo atrai cada vez mais brasileiros que buscam as vantagens da atividade autônoma

 

O empreendedorismo é uma tendência em pleno crescimento no Brasil e figura níveis recordes no cenário nacional. Somente em 2017, cerca de 2,2 milhões de empresas foram criadas, o que representa o maior número já registrado desde que o item começou a ser medido, em 2010. Os dados são de um levantamento realizado pela Serasa Experian e apontam ainda um aumento de 11,1% em relação às novas empresas criadas em 2016.

Ser dono de um negócio é o objetivo da carreira de muitos brasileiros, que enxergam na empreitada o caminho mais produtivo para uma renda mais alta, realização de objetivos pessoais e maior qualidade de vida. Trocar a vida assalariada pela autônoma pode ser uma experiência desafiadora para muitas pessoas, já que apresenta menor estabilidade e requer coragem para lançar-se frente ao mercado, mas as vantagens dessa decisão podem valer a pena para quem tem esse desejo.

Poder de decisão

Quando se está empregado em uma empresa específica, o trabalhador está inevitavelmente de acordo com seus objetivos e com suas regras, mesmo que nem sempre ache que as decisões da chefia são as mais acertadas. Entretanto, em um negócio próprio, todos os equívocos ou possibilidades de crescimento podem ser colocadas em prática, já que a decisão cabe ao proprietário.

“Depois de décadas no mercado, decidimos ampliar nossas atividades para o segmento digital e mudar completamente nossa logística de ação. Essa alteração, com a criação de sua Gráfica Online , foi bem calculada e revolucionou nossas atividades, aumentando lucros e adequando a marca às necessidades do mercado atual”, afirma Camila T. Eskenazi Hakim, sócia-proprietária da Gráfica Eskenazi, com mais de 60 anos de tradição e que se destacou no segmento gráfico com atividades digitais e com sistemas de atendimento especializado ao cliente.

Espaço para crescimento

Expandir os negócios é uma iniciativa sempre bem-vinda no empreendedorismo, já que indica maiores margens de lucro e ampliação de públicos, mas não necessariamente é o objetivo de todas as empresas. Afinal, as necessidades e desejos de cada empresário variam muito e nem sempre vão ao encontro das de seus funcionários e parceiros. Para um novo empreendedor, contudo, isso não é um problema, já que os planos e metas podem ser moldados conforme seus interesses e qualquer possibilidade de crescimento está em aberto.

Além disso, a posição de um sócio dentro da empresa pode variar muito conforme seus interesses. O dono do negócio não necessariamente precisa ser o gestor, o que garante possibilidades de mobilidade e de dinamismo para empreendedor.

Flexibilidade

Trabalhar nos horários e dias que julgar melhor é uma das maiores vantagens de ser dono do próprio negócio. É claro que uma rotina sólida de trabalho é necessária, mas a flexibilidade é muito maior do que a de quem trabalha em outras empresas. Fazer home office ou horários diferenciados oferece maior comodidade e adequação a outras atividades, como visitas a potenciais clientes ou mesmo cursos de capacitação.

Aprendizado

Tocar um negócio é uma atividade de grande responsabilidade e lidar com tudo isso é uma possibilidade de aprendizado. Ao conviver com diferentes realidades, problemas, opções e percalços, o empresário aumenta o conhecimento em diversas áreas ao mesmo tempo em que começa a ter uma visão mais ampla sobre cada assunto – os que já atuaram em empresas análogas passam a ter o ponto de vista tanto do trabalhador quanto do empregador, por exemplo.

Independência financeira

O conceito de independência financeira refere-se ao fato de dispor de uma fonte de renda mesmo sem trabalhar ativamente. Um empresário que consegue ter receitas mais altas do que suas despesas e suas necessidades de investimento tem lucro, mas só pode afirmar que dispõe de independência financeira quando puder se afastar do trabalho sem prejudicar sua renda. Isso abre portas para novos investimentos, novas oportunidades de aprendizado ou mesmo de aplicação de inovações no trabalho, já que sua seguridade não mais depende de seu trabalho diário, mas da continuidade das atividades de sua empresa.

Fonte: Dino