in , , , , , , ,

Coronavírus: sobe para 11 o número de casos em Sorocaba

Os óbitos suspeitos foram para oito. Dados são do boletim epidemiológico do dia 31/03

Um óbito foi confirmado na cidade em decorrência do novo coronavírus. Foto: divulgação

 

01/04/2020 – Na terça-feira (31) a cidade de Sorocaba passou de três para 11 casos confirmados do novo coronavírus. O paciente mais novo tem 40 anos e o mais velho, 77 anos. Dos oito novos casos confirmados, seis são homens e dois são mulheres e todos encontram-se internados em hospitais da cidade. Os exames foram feitos em laboratórios particulares. A cidade também registrou duas novas mortes por suspeita da COVID-19.

Neste momento, Sorocaba possui 11 casos confirmados do novo coronavírus, com uma morte (confirmada no sábado, 28/03). Deste total, oito estão internados. A cidade passou de 244 para 246 casos suspeitos que aguardam resultados de exames. Do total de suspeitos, 51 encontram-se internados (15 na UTI) e agora, oito óbitos são investigados. O total de descartados por resultado de exames aumentou de 31 para 42.

Sobre os dois novos óbitos suspeitos, o primeiro caso é um homem de 44 anos que tinha epilepsia. Já o segundo caso é uma mulher de 62 anos que era hipertensa.

Conforme determinação da Secretaria Estadual da Saúde, somente serão solicitados exames do novo coronavírus para pacientes suspeitos internados graves ou críticos e profissionais da área de saúde que apresentem sintomas de síndrome gripal. O teste diagnóstico não deverá ser realizado em pessoas assintomáticas. Essas medidas buscam otimizar o bom uso desse recurso, cujos insumos estão restritos no mundo devido à situação pandêmica.

Neste momento são considerados como suspeitos não notificados, todos os pacientes que apresentarem características de síndrome gripal. Ou seja, pessoa com febre e sintomas respiratórios, sendo que a febre pode não estar presente em alguns, como pacientes jovens e idosos, ou que esteja fazendo uso de medicamento antitérmico. A orientação é que procurem uma unidade de saúde somente pessoas que percebam o agravamento dos sintomas, como falta de ar. Em situações menos complexas, é recomendado o isolamento domiciliar por até 14 dias.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Sorocaba

O que você achou?

Escrito por CidadeSorocaba

Vacina contra a gripe acaba novamente em Sorocaba

Dengue: Sorocaba tem mais de mil casos confirmados