in , , , ,

Lutador de Porto Feliz retorna ao Jiu-jitsu com reestreia no Grand Slam World Tour 2020-2021

Alexandre Turquinho competirá por uma vaga no campeonato Mundial, em Dubai

 

29/09/2021 – Compartilhe! Fotos: Fábio Ferreira

 

Após um período sem participar de competições, o atleta de Porto Feliz, Alexandre Turquinho, retorna ao Jiu-jitsu em grande estilo. A sua reestreia acontecerá no campeonato Grand Slam Jiu-jistu World Tour 2020-2021, que acontece entre os dias 22 e 24 de outubro, na Arena Carioca, no Rio de Janeiro. Turquinho irá lutar no dia 22, durante a seletiva para conseguir uma vaga no mundial de Abu Dhabi, em Dubai,

O atleta, que tem um amplo currículo e conta com mais de 20 títulos conquistados ao longo de sua carreira, decidiu dar uma pausa nas competições em 2016 para se dedicar a sua segunda paixão, a medicina veterinária; mas o amor pelo esporte sempre esteve presente. “Estou desde criança treinando e lutando. Por um tempo eu parei pelos estudos, mas sempre quis voltar. Aí entrou a pandemia e os treinos não podiam acontecer, mas agora eu decidi voltar de vez. Estou confiante e pronto para encarar os adversários”.

E para que tudo saia dentro do esperado nesse primeiro grande desafio, ele está se preparando há cerca de três meses com a ajuda de uma equipe especializada. A parte de Jiu-jtisu é comandada pelo professor Marcos Mathias, mais conhecido como Urso, da equipe Raízes Jiu-Jitsu de Itu, da academia A.O.A.

Agora, além de passar na seletiva do Rio de Janeiro para competir pelo mundial em Dubai, outro objetivo do atleta, ainda para este ano, é participar do Mundial de Master, previsto para novembro em Las Vegas, nos Estados Unidos. “Estou torcendo muito para que a fronteira esteja aberta para que eu possa viajar normalmente. Assim, consigo lutar, também no Mundial de Master, outra competição muito importante do esporte”, explica Turquinho.

MMA

Outro esporte que corre nas veias de Alexandre Turquinho é o MMA. Embora ele ainda esteja aguardando a negociação de uma luta oficial, em Manaus, os treinamentos seguem a todo vapor com o Pako Oliveira, Mestre de Muay Thai e treinador de atletas há mais de 30 anos.

“O Turquinho já faz tempo que luta e tem um currículo muito bom no Jiu-Jitsu. Deu uma parada por causa da faculdade, mas já retomou aos treinos, perdeu peso e está muito confiante de que tudo vai dar certo”, ressalta Pako.

Trajetória

Natural de Porto Feliz, interior de São Paulo, Alexandre Turquinho tem 32 anos e foi apresentado ao mundo dos esportes aos sete, quando começou a lutar Hapkido, uma arte marcial sul-coreana voltada para defesa pessoal.

Incentivado pelo pai, Luiz Carlos Funari, que também é atleta faixa preta no Jiu-Jitsu, o garoto migrou de modalidade e decidiu seguir carreira na arte marcial japonesa.

“Meu pai sempre foi meu incentivador no esporte, sempre gostou e sempre treinou comigo. Ele que me levava para a academia, para os treinos e eu comecei a tomar gosto de tudo por causa dele”.

Depois de mais de 10 anos praticando Jiu-Jitsu e colecionando diversos títulos, em 2013 Turquinho migrou novamente de modalidade, dessa vez, para o MMA. Nas Artes Marciais Mistas, o atleta competiu em cinco lutas, incluindo o Jungle Fight, considerado o maior torneio do esporte da América Latina, conquistando quatro vitórias.

Já com um amplo currículo, em 2014, Turquinho fez parte do Team Maldonado, equipe liderada pelo lutador de UFC, Fábio Maldonado. “Nós montamos, na época, essa equipe e a minha academia de Porto Feliz era um centro de treinamento. Nós recebíamos muitos atletas, como Thiago Tavares e Patrício Pitbull, além de treinarmos muito. O sustento do Team Maldonado foi bem legal na época. Treinávamos e nos preparávamos todos juntos para as lutas”, relembra Turquinho.

 

Dividido entre dois amores: o esporte e a medicina veterinária

Após anos de dedicação ao esporte, Alexandre Turquinho percebeu que precisava dar uma pausa para se dedicar a sua segunda paixão, a medicina veterinária. Assim, o atleta terminou a faculdade, abriu um hospital veterinário em parceria com a irmã e, hoje, faz pós-graduações em Ortopedia e Cirurgia de Tecidos Moles. “Eu amo a veterinária, assim como o esporte. Para mim, é muito importante e gratificante poder cuidar e dar mais qualidade de vida aos animais que precisam de ajuda”, ressalta Turquinho.

Depois de se sentir realizado profissionalmente na área que escolheu, o atleta decidiu voltar a lutar e se entregou novamente ao esporte, conciliando os dois trabalhos. “Como temos bastante colaboradores no hospital, eu consigo conciliar os meus treinos com a profissão. Consigo fazer os dois treinos por dia e consigo trabalhar normalmente, pois tenho pessoas que me ajudam. Não é igual no começo que tinha só uma salinha, eu e minha irmã. Nós crescemos e está dando para conciliar os horários”, encerra Turquinho.

 

Títulos

11 vezes campeão paulista

Campeão do ADCC – BR

2 vezes campeão Sul-Brasileiro

2 vezes campeão brasileiro

2 vezes campeão do NAGA NO GI Texas (EUA)

2 vezes campeão do NAGA GI Flórida (EUA)

2 vezes vice-campeão Internacional

Terceiro colocado no Open Las Vegas (EUA)

Terceiro colocado no Open Brasília

 

Serviço

1ª luta

Evento: Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour 2020-2021

Data: 22 de outubro

Local: Arena Carioca 3

Endereço: Avenida Embaixador Abelardo Bueno, S/N – Barra da Tijuca.

(seletiva para o mundial de Abu Dhabi, em Dubai).

O que você achou?

Escrito por CidadeSorocaba

Startup oferece vídeos educativos criados por crianças em sala de aula

Sorocaba registra crescimento de 138,56% na geração de empregos até agosto