Maior portal de comércio eletrônico da América Latina divulgou alta de 57,5% na receita líquida no quarto trimestre, atingindo 674,3 milhões de dólares

 

Mercado Livre planeja investir 4 bilhões de reais no Brasil em 2020, como parte dos esforços para dar escala ao seu negócio de comércio eletrônico e aos serviços financeiros do Mercado Pago, disse nesta segunda-feira o vice-presidente-executivo da empresa para América Latina, Stelleo Tolda.

O valor representa um aumento de mais de 30% em relação aos 3 bilhões de reais investidos pela companhia no país no ano passado e, segundo Tolda, ajudarão o Mercado Livre a ampliar sua eficiência logística para reduzir prazos de entrega de encomendas e ampliar o cardápio de serviços financeiros.

Apesar do aumento, o executivo disse que a terá maior foco na rentabilidade e que a meta é fechar 2020 mais perto do lucro. “Não estamos dispostos a investir a qualquer preço, com margens negativas”, disse Tolda.

Maior portal de comércio eletrônico da América Latina, o Mercado Livre anunciou nesta segunda-feira nova rodada de forte crescimento das receitas na região, com a receita líquida no quarto trimestre subindo para 674,3 milhões de dólares, aumento ano a ano de 57,5% em dólar e de 84,4% em moeda constante.

 

O volume de vendas (GMV, na sigla em inglês) alcançou 3,9 bilhões de dólares, alta de 19,7% em dólar. A quantidade de compradores únicos teve crescimento de 26,7% no trimestre, contra 25,7% no terceiro trimestre.

Em outra frente, o volume total de pagamentos com Mercado Pago alcançou 8,7 bilhões de dólares, um aumento ano a ano de 63,5% em dólar. A base de usuários da carteira cresceu 29,4% na base sequencial, somando 7,9 milhões de pagadores ativos.